11 DICAS DE COMO PROTEGER AS CRIANÇAS DE CHOQUES ELÉTRICOS

Todos nós sabemos que as crianças são pessoas bastante curiosas, que estão ainda “descobrindo o mundo” e querendo, por isso, explorar o ambiente em que vivem. Portanto, é de extrema importância que saibamos como protegê-las de possíveis acidentes aos quais essa curiosidade pode levar.

Tendo em vista que a nossa casa é o ambiente onde as crianças passam a maior parte do tempo, e que os acidentes domésticos envolvendo eletricidade, muitas vezes, têm consequências terríveis, fizemos este artigo com 11 dicas para proteger as suas crianças de choques elétricos em sua casa. Confira:

1 – Protetores para tomadas.

Esses tampões são bem simples e baratos, podendo ser encontrados facilmente em lojas de material de construção ou de material elétrico. Feitos de material isolante, eles também são muito práticos. Basta encaixá-los na tomada e pronto. A pessoa não conseguirá conectar nada na tomada a não ser que consiga tirar os protetores, o que não é uma tarefa fácil para uma criança pequena.

Caso não tenha esses protetores específicos, você também pode usar fitas adesivas ou, até mesmo, colocar móveis na frente das tomadas para impedir o seu uso.

2 – Prenda os cabos no chão.

Se você precisa usar algum eletrodoméstico por muito tempo e não tem um rodapé onde colocar o cabo, prenda-os no chão com fita adesiva. O importante é não deixar os cabos expostos, pois assim é provável que as crianças tentem brincar com eles.

3 – Cuidado com os fios desencapados.

Esteja sempre atento ao estado dos fios elétricos de sua casa. Fios desencapados são uma ameaça enorme para a segurança de qualquer pessoa em sua casa, quanto mais de crianças que, muitas vezes, não possuem nem mesmo a noção de que devem evitá-los.

4 – Não facilite o acesso a objetos pontiagudos.

Já estamos acostumados a não deixar que crianças pequenas tenham acesso a esse tipo de objeto, principalmente, por causa do medo de elas tentarem engolir a peça. Quando as crianças passam da fase de tentar colocar tudo na boca, acabamos relaxando nessa vigilância, porém devemos continuar atentos, pois esses mesmos objetos podem ser inseridos na tomada pela criança, por pura curiosidade.

5 – Utilize tomadas de 3 pinos.

Muitas pessoas ainda não substituíram suas tomadas por aquelas de 3 pinos, o que ocorre, principalmente, porque desconhecem a sua importância. O terceiro pino da tomada está relacionado ao aterramento, que deve levar qualquer descarga elétrica anormal ao subsolo. Portanto, fazer essa substituição é fundamental para a segurança de todos na casa.

6 – Não deixe o carregador conectado na tomada quando não estiver usando.

Isso vale para qualquer aparelho conectado na tomada desnecessariamente, mas o foco vai para os carregadores, pois esse hábito é muito frequente entre as pessoas. As crianças, ao verem o carregador, podem querer brincar com ele e até morder, o que pode causar graves acidentes.

7 – Não deixe os aparelhos elétricos em locais de fácil acesso.

Esta dica está ligada à anterior e se refere a aparelhos, em geral, que possam ser conectados à tomada. Muitas crianças podem querer imitar os adultos e tentar ligar os objetos, porém, sem o devido conhecimento de como se comportar diante da eletricidade, isso se torna bastante perigoso.

8 – Disjuntor DR.

Esse dispositivo (Diferencial Residual) tem a função de desligar o circuito no momento em que detectar fugas de corrente. É isso que acontece no momento do choque elétrico, por exemplo, pois a energia estará fugindo, neste caso, para o corpo humano. O DR pode, ainda, detectar fugas de corrente ocasionadas por fios desencapados, portanto são inúmeros os acidentes que esse dispositivo pode evitar.

9 – Evite o uso de Benjamins.

Esses acessórios (também conhecidos como Ts) possibilitam que vários aparelhos sejam ligados a uma mesma tomada, o que realmente pode ser algo bem prático. Mas o que muitas pessoas não sabem é isso também pode ser bastante perigoso, pois as tomadas são instaladas para suportar uma carga máxima específica, e ultrapassar esse valor pode causar sérios acidentes.

10 – Use tomadas e interruptores próprios para ambientes molhados.

Essa dica serve tanto para áreas externas da casa, que estão expostas à chuva, quanto para ambientes no interior da casa em que a água está muito presente, como banheiros. O que acontece é que tomadas e interruptores não são preparados para ter um contato direto com a água, porém, em um ambiente com crianças, as chances de alguma brincadeira acabar molhando a tomada ou o interruptor não são pequenas. Portanto, existem, no mercado, modelos próprios para esses casos, com alto grau de proteção resistente à água.

11 – Projeto elétrico.

Ele é essencial para garantir a segurança de sua família. Muitos dos problemas abordados aqui podem ser evitados ao adquirir esse projeto, pois ele é um estudo completo da estrutura elétrica da casa, feito por profissionais qualificados e que deve obedecer a todas as normas de segurança. Reformas, por exemplo, terão muito menos complicações se você tiver um projeto elétrico para sua casa. Se quiser saber mais sobre esse projeto e identificar sua necessidade, clique aqui para baixar nosso e-book gratuito.

Vale ressaltar que, à medida que a criança vai crescendo, você sempre deve orientá-la sobre como se comportar com a energia elétrica, instruindo-a, por exemplo, a nunca manusear aparelhos elétricos se estiver descalça ou molhada. Você também deve ter em mente que, caso alguém leve um choque, nunca encoste diretamente na pessoa que estiver recebendo a carga. Desligue logo a fonte de energia e afaste a pessoa com algum material isolante elétrico, como madeira ou borracha. Lembre-se também de sempre levar a pessoa ao hospital, para garantir que não houve nenhum dano interno.

E aí, gostou das nossas dicas? Sente-se mais seguro agora? Qualquer dúvida, deixe nos comentários!

#segurança #conforto #eficiênciaenergética #choqueselétricos #dicas #proteção #eletricidade

Posts Recentes
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© COPYRIGHT 2016. Todos os direitos reservados.