EFICIÊNCIA ENERGÉTICA: FAZENDO MAIS COM MENOS.




Os aumentos do consumo de energia aliados à crise energética que assola o país trouxeram para os brasileiros a necessidade de diminuir ao máximo o consumo de energia. Quanto maior a demanda elétrica, mais instável ficam os preços e a distribuição na rede, o que, juntamente a baixa geração nas hidrelétricas torna o cenário atual brasileiro alarmante. Essa situação se reflete no fim do mês, quando chegam os custos cada vez maiores da demanda de energia de cada casa, empresa ou indústria. Além de tudo isso, o país passa por um período de alta fragilidade econômica, onde qualquer gasto a mais tem um grande impacto para qualquer um. Diante desse cenário, o estudo de eficiência energética surge como ferramenta extremamente importante.


Um estudo de eficiência energética consiste em obter o melhor desempenho com o menor gasto energético possível, utilizando de modo racional esse recurso. Por definição, a eficiência energética consiste da relação entre a quantidade de energia empregada em uma atividade e aquela disponibilizada para sua realização. Esse tipo de estudo é imprescindível para qualquer estabelecimento, desde residências até indústrias de grande porte, e os resultados de economia obtidos são inacreditáveis.


Para residências, o estudo é bem mais simples e pode conter a reeducação em relação a atitudes danosas, a troca de equipamentos e a análise da disposição de dispositivos eletrônicos. Para empresas e indústrias o processo é bem mais complexo e leva em conta inúmeras variáveis que apenas profissionais especializados em eficiência podem mensurar. Nesse último caso, por terem um maior gasto energético, pequenas atitudes ou mudanças de conduta podem representar grandes economias de custos.


Os números são impressionantes. É comum a economia chegar a 20% em residências e empresas e ultrapassar os 40% em indústrias. Muitas vezes são mudanças no maquinário, na iluminação, no sistema de climatização ou até mesmo mudanças na posição dos equipamentos, que quando feitas da maneira correta apresentam resultados econômicos consideráveis.


O Projeto de Eficiência Energética passo a passo


A avaliação energética pode ser realizada através de um pré-diagnóstico ou um diagnóstico energético. Usualmente se realiza primeiro o pré-diagnóstico que apresentará de forma abrangente as oportunidades e depois se contrata o diagnostico energético visando o detalhamento das ações mais atrativas e importantes para o cliente.


Estes serviços podem ser contratados de uma só vez ou etapa por etapa. Após a aceitação do diagnóstico energético tem-se o avanço das ações para a etapa de implantação do projeto acertado com o cliente. Definido tudo isto, se inicia os serviços do contrato e desenvolvem-se os procedimentos de projeto executivo, compra de equipamentos e serviços de instalação.


Os resultados alcançados são avaliados através de Plano de Medição & Verificação, comprovando a redução do consumo de energia. Após resultados, inicia-se a remuneração dos investimentos calculada sobre a economia gerada. Dessa forma o serviço é pago pela redução dos custos alcançados, o que o torna de certa maneira “gratuito” já que o contratante não terá nenhum gasto a mais.


Com todas essas vantagens, o estudo de eficiência está cada vez mais popular e tem sido uma solução inteligente e eficaz para os problemas econômicos de muitos. Além disso, é uma saída ecologicamente correta e verde que tem ajudado muitas empresas a conseguir o seu titulo de “Empresa Sustentável” pela redução do consumo energético.

#consultoria

Posts Recentes