Manutenção de painéis solares: por que e como você deve realizá-la?

Em agosto de 2019, o Brasil atingiu um marco de 1 gigawatt (GW) de potência instalada em sistemas de mini e microgeração por energia solar. E pensando em você que ainda não conhece as vantagens dessa grande oportunidade de economia, que são os sistemas de geração por energia solar ou você que já possui esses sistemas, trouxemos um assunto que ainda causa muitas dúvidas aos produtores e não produtores de energia elétrica. Com o objetivo de desmitificar alguns mitos criados a respeito da manutenção de painéis solares, como o do alto valor da manutenção, preparamos o melhor conteúdo sobre o assunto. Continue lendo e saiba mais sobre:

- Custo da manutenção;

- Sujeiras nos painéis solares;

- Consequências da falta de manutenção;

- Passo a passo do procedimento;

- Tecnologias que facilitam a manutenção.

Quanto custa a manutenção das placas?

Primeiramente, é necessário entender que os custos da manutenção são baixos, muitas vezes lhe custando apenas um pouco de tempo; mas, caso a região em que você reside tenha ciclos de chuvas periódicos, a sua manutenção está quase concluída - isso porque a maior parte da manutenção de painéis solares dá-se pela limpeza de impurezas nas superfícies das placas. Se a sua localização não tem alta incidência de chuvas, mais à frente nós lhe ensinaremos como você pode realizar a sua própria manutenção.

Quais são as impurezas que se depositam nas superfícies das placas?

Existem alguns fatores mais comuns, como poeira, poluição, folhas, lama, fezes de aves, entre outras impurezas contidas no ar. Ademais, esses elementos variam dependendo da sua localidade e do posicionamento das suas placas. Por isso, ao planejar a instalação do sistema fotovoltaico, evite posiciona-lo próximo a árvores, dificultando assim o acúmulo de folhas e o sombreamento.

O que acontece se não houver a manutenção das placas?

Estudos realizados na UNIPAM (Centro Universitário de Patos de Minas) em uma usina de microgeração apontam que placas fotovoltaicas sujas, em relação a sistemas limpos, tendem a diminuir seu rendimento em até 10%, pois o acúmulo desses materiais impede o fluxo de raios solares até o interior da célula das placas, prejudicando assim a produção de energia elétrica.

Passo a passo da manutenção

OBSERVAÇÃO: Evite subir em cima de estruturas sem equipamentos adequados ou sem treinamento.

1. Primordialmente é aconselhável realizar a manutenção em dias nublados ou no fim do dia, quando a temperatura está amena;

2. Garanta que o seu sistema esteja desligado - caso não saiba, os manuais explicam de maneira simples como fazer.

3. Para limpar devidamente as placas, utilize somente água sem nenhum aditivo ou qualquer tipo de produto com composição química, pois pode prejudicar o seu sistema. O uso de uma mangueira é suficiente para suprir a quantidade de água, sem a necessidade de equipamento de pressão, por exemplo;

4. Com um pano ou uma esponja de cerdas macias, limpe as placas utilizando uma haste para alcança-las, evitando sempre subir em telhados;

5. Por fim, é sugerido repetir essa manutenção em um intervalo de tempo de 6 meses. Contudo, essa frequência pode variar de acordo com o índice de poluição na sua região.

Você também pode optar por não realizar sua própria manutenção, sendo assim procure uma empresa que preste esse serviço para que assim seu sistema continue gerando normalmente.

Tecnologias de monitoramento facilitam a manutenção das placas

Com o aprimoramento da tecnologia, o processo de manutenção tem sido facilitado. Atualmente, a maioria dos sistemas de geração distribuída possuem o sistema de logger, um dispositivo eletrônico responsável por monitorar de maneira detalhada e precisa como o sistema está gerando energia e qual é a sua eficiência. Ficar de olho no seu logger pode lhe ajudar a identificar o momento correto de realizar a manutenção, pois esse sistema lhe possibilita observar todos os dados de produção e eficiência ao longo do dia e comparar com dados dos meses anteriores.

Após realizar a manutenção de forma devida, confira os dados do seu logger; caso o seu rendimento não tenha melhorado, é aconselhável procurar assistência técnica especializada para tomar as devidas providências.

Com essas medidas simples, você pode prolongar a vida útil do seu equipamento, ajudando a preservar o seu investimento.

Gostou da leitura? Deixe seu comentário abaixo:

#energiasolarinvestimento #manutenção

Posts Recentes